As Chaminés Algarvias

27 de Dezembro de 2011

ALBUFEIRA - CHAMINES ALGARVIAS

***

Ex-libris cultural, as chaminés constituem em todo o Algarve um dos elementos mais característicos da Região.

Segundo alguns etnógrafos e historiadores, a chaminé algarvia tratasse de uma reminiscência do minarete árabe. Rematadas com motivos de invejável imaginação, as chaminés apresentam-se, muitas vezes, decoradas exteriormente com moldura de argamassa ou gesso, desenhos e traços originais. Tradicionalmente brancas, possuem um arquitectónico rendilhado nas frestas, sendo, por vezes, o único motivo ornamental da habitação. O afunilamento do fumeiro, designado por “capelo”, sustenta em remate cimeiro o “chapéu”. Este último, cilíndrico ou prismático, decora-se com pequenas peças cerâmicas de motivos geométricos, com aberturas circundantes para a saída do fumo.

Mais do que a simples utilidade, as chaminés algarvias representam um atributo decorativo, o que justifica a existência de duas ou mais chaminés em determinadas casas. Mas no Algarve não existiam duas chaminés iguais! A chaminé depende sempre dos dias de construção, do prestígio e das posses do proprietário da casa que ela vai encimar.

Cilíndricas ou prismáticas, quadradas ou rectangulares, simples ou elaboradas, as chaminés algarvias constituem um valioso património cultural e artístico que predominou ao longo de séculos e embeleza a paisagem das terras marafadas.

 

 

 

 

2 Comments

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *